O que você faz com seus papéis ?

Retirado de: http://natashawilson.files.wordpress.com/2009/02/paper-pile.jpg

Papéis. Cadernos velhos. Anotações. Tenho certeza, todos geramos muito papel. Estudantes, então? E estudantes de engenharia, como eu ? Nossa! Papel demais! E, o pior: para cursar engenharia, é virtualmente impossível substituir o caderno por algum dispositivo eletrônico. Quem sabe, algum tablet pc utilizando uma tela capacitiva e Stylus, quem sabe. Mas, no atual momento, não temos nada, e temos que utilizar o velho e bom papel.

Eu utilizo fichário no meu curso. E. como gostaria de manter meus registros, ao final de cada semestre, eu iria retirar as folhas dos fichários e guardá-las em pastas, ordenadas por matérias e, em caso de matérias contínuas, guardar o material junto. Este era o plano.

Acontece que, após dois anos, o número de pastas se tornou gigante, não compensando guardar. Anotações a lápis (e eu gosto de utilizar lápis) estão perdendo a nitidez. O pior: Por ter pouco espaço físico, tudo ficou meio jogado, e, por causa disso, quase não foi consultado. Só consulto o material apostilado, pois este está a salvo no pendrive.

Fui procurar soluções. Achei muito interessante a utilização do Evernote, mas, somente para notas. Não quero pagar uma conta nele para guardar todos meus cadernos lá. E, anotar o essencial nas notas do Google, ajuda a estudar, mas isto têm que ser feito desde o primeiro dia de aula do semestre, e não olhando para trás durante 3 anos! Mas a parte de escanear as folhas foi muito interessante.

O maior problema para escaneamento é a velocidade. Meu scanner é manual, e demora algum tempo para escanear … e eu não sou lá um cara paciente! Mas tudo bem, resolvi utilizar este método. Como eu utilizo fichario, as folhas estão soltas e isto facilita: não é um bom método para usuários de caderno, a menos que ele tope destruir o caderno para escanear. Talvez valha a pena, talvez não.

Outro método interessante é tirar fotos do caderno. Utilizando uma máquina com foco (sem foco, você perde a nitidez do que está escrito), alguns programas no computador (um programa para transformar a foto em tons de cinza, para compactar as imagens, a menos que cores sejam importantes para você, e outro para transformar as fotos em um PDF – embora isto possa ser feito em sites) e você está pronto para transformar uma pilha de papel em arquivo eletrônico. Eu fiz isto com algumas apostilas, listas, etc. Em vez de gastar com fotocópias, e gerar ainda mais papel, tirei fotos com uma boa câmera (saudade do meu N95, pois tenho que levar mais um gadget na mochila – a câmera!), arrumei conforme minhas necessidades e, pronto, uma apostila pronta, sem necessidade de gastar mais papel. Só um detalhe: não use flash. Ele vai acabar com a nitidez da foto. Regule a máquina manualmente.

E os arquivos ? Estou guardando todos em um disco rígido externo, para levar aonde eu precise. Porém, a maioria dos lugares onde preciso deles (os arquivos), tenho internet disponível. Pensando nisso, criei uma pasta no Google Docs, para ter todas as minhas anotações disponíveis em qualquer lugar! O maior problema é fazer o upload dos pdf´s, porque minha conexão é muito ruim. Para quem se interessar em conhecer este início de projeto, o endereço é este: http://docs.google.com/leaf?id=0B539XC7YB5iXNTIzNDA4YmEtYzdjNy00NDUzLTllYjItMDFlYzA0OTk4MTM3&hl=en . Só não reclamem da letra 😉

Anúncios

2 comentários sobre “O que você faz com seus papéis ?

  1. Há algum tempo eu estava olhando para meu acumulo de papel antigo. Desde a época do curso técnico de Eletrotécnica e Telecomunicações… Putz!

    O que tinha de mais importante, não disse atualizado, digitei ou digitalizei. Livros foram comprados neste meu caminho de estudante… Estou pensando seriamente em ligar o phoda-se(!!!) e queimar tudo!

    [ ]’s

  2. Sei que isso já tá mais que velho, mas mesmo assim 😛 Já pensou em usar um daqueles scanners com ADF? Já vi uma multifuncional HP com isso (é aquela que também é fax), isso considerando uma faixa de preço caseira… também existem os profissionais, ai bem parrudos e igualmente parrudo$. Eu também cheguei a fazer isso com algumas matérias e apostilas, mas ficar trocando de folha 100x ou mais é um pé no saco! Mas também ainda não realizei essa idéia do ADF.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s