Multímetros for Dummies

Multímetro. Palavra corriqueira para técnicos/engenheiros, palavra ligeiramente conhecida de gadgeteiros, e desconhecida por um monte de gente! Bem, são nesses ultimos grupos que irei focar neste artigo.

Por definição, multímetro é um aparelho destinado a medir diversas grandezas elétricas. As mais corriqueiras são: tensão, corrente, resistência e teste de diodos. A maioria dos multímetros, desde aos mais baratos, como o da foto ao lado, possuem estas medidas, e estas são suficientes para grande parte dos usos.

Características: a grande maioria dos multímetros se dividem em multímetros com autorange e sem. Em um multímetro com autorange, o dial de seleção do mesmo apresenta somente a grandeza a ser medida, e, quando conectado à carga, ele se encarrega de encontrar o valor da grandeza automaticamente. Em multímetros sem esta opção, temos que ir selecionando manualmente a escala da grandeza. Caso você tenha um multímetro assim, uma dica muito importante: se for medir um valor desconhecido, comece sempre da maior escala até a menor. Caso o valor ultrapasse muito a escala, podem ocorrer danos físicos ao multímetro, e alguns deles, irreversíveis. A maioria dos multímetros atuais possui proteção contra isso, mas, é melhor não arriscar!

Outra característica são os multímetros com e sem True RMS. O que isso quer dizer ? Bem, existem dois tipos de tensão elétrica, o AC e o DC. A tensão AC ou alternada, vêm por forma de ondas, e é a tensão da tomada da sua casa. Já a tensão DC, ela é contínua, nunca varia, e esta é a tensão da bateria do seu celular. Como a tensão AC varia, a tensão RMS é a tensão em AC que equivaleria a uma mesma tensão DC. Como um bom exemplo, na tomada de casa, costumamos dizer que elas são 127 Volts. Na verdade, a tensão nela varia de 179 volts a -179 volts, a 60 vezes por segundo (a chamada frequência, que medimos em Hertz) e o valor de uma tensão DC equivalente seria 127 volts (179 dividido por raiz de 2). RMS vem de Root Mean Square, ou média das raízes quadradas, e é conhecida como tensão eficaz. E a maioria dos multímetros baratos não mede true RMS, mas, para o uso caseiro, não fará diferença. Só sentimos a diferença ao medir sistemas de controle de tensão através de onda (um multímetro sem true RMS não consegue saber a tensão que vai a um ventilador, por exemplo 😉 ), e inversores de frequência. Bem, se você tem inversores de frequência na sua casa, provavelmente nem precisa ler este artigo 😉

Como utilizar o multímetro: Bem, para cada medição temos que utilizar de uma maneira diferente. Então vamos a alguns exemplos.

  • Medir uma bateria: Essa é simples. Colocamos o conector do cabo preto do multímetro no borne COM (de Common, em português Comum, em latim Comunes, etc, vocês pegaram a idéia!) e o conector do cabo vermelho no borne que tiver o V (esse borne terá um monte de indicações). Aí, colocamos a ponta de prova preta na bateria no negativo da mesma e a preta no positivo. O seletor do multímetro deverá ir para o V e um traço contínuo e um tracejado, que significa tensão DC. Teremos um valor. Baterias de celular devem ter o valor acima de 3.7V para estarem carregadas. Pilhas comuns, abaixo de 1.3V, é dificil elas estarem em condições. Pilhas recarregáveis, abaixo de 1.1V elas já não conseguem fornecer carga para o circuito. Bateria de carro, a tensão correta delas é 14.4V. Bem, NUNCA COLOQUE O MULTIMETRO PARA MEDIR CORRENTE (A) dessa maneira! Você queimará seu multímetro. E poderá sofrer um acidente, se as pontas de prova dele não forem testadas e corretas. Portanto, não arrisque!

  • Medição de tensão Alternada: As pontas vão ao mesmo lugar e o procedimento para medição é o mesmo. Só que não esqueça de colocar o dial de seleção em V~, que é tensão alternada. Este teste é utilizado para verificar tomadas, se existe tensão em lâmpada, etc. Todos os testes de tensão residencial estão nesta função. E, lembre-se: se o seu aparelho não for autorange, coloque sempre na maior escala e vá diminuindo.
  • Medição de continuidade: Aqui podemos medir se uma lâmpada queimou, por exemplo. Primeiro, tire o componente do lugar! Nunca se mede resistência com o componente no circuito. Aí, coloque as pontas entre os pólos do que irá ser medido (em uma lâmpada, é entre a rosca dela e a “bunda” dela, hehe. Em um fusível é entre os dois lados metálicos dele). Aí, coloque o dial na escala de resistência (simbolo Ω, o ômega do alfabeto grego). Vá diminuindo a escala. Fusíveis têm que dar este valor próximo de 0, e lâmpadas um valor na casa dos 100 a 200 ohms. Mas é simples: se não der nada (0), eles estão queimados.

Bem, eu não vou ensinar a medir corrente aqui, porque é uma medição de pouco uso residencial e é a que mais dá margem a acidentes. Não quero ver nenhum leitor com marcas de curto, não é algo bonito.

Uma boa semana a todos e boas medições!

Anúncios

2 comentários sobre “Multímetros for Dummies

  1. Muito útil o artigo Mauro. Meu multímetro é parecido com o da foto, uma vez fui verificar a tensão dos fios de um chuveiro aqui em casa (para me certificar que era 220V) e por engano liguei o plug do fio vermelho na tomada do multímetro que só deve ser usada para medir altas correntes, como resultado as duas pontas de prova tem uma derretida nas pontas 🙂 Mas o multímetro sobreviveu e continuo utilizando-o para medir resistência e tensões. Para corrente eu comprei um Kill-a-Watt EZ, altamente recomendado.

  2. Prezado Mauro tudo bem?

    Iniciei a reformulação de meu blogroll (ramalhoblog.com/blogroll-2.0) e, por este motivo, estou efetuando contato, tendo em vista que o seu site encontra-se cadastrado em minha antiga listagem.
    Desta forma, peço a gentileza de me informar (se possível), sobre os itens abaixo relacionados para eventual atualização.
    As informações poderão ser enviadas em resposta a este email ou através do link ramalhoblog.com/blogroll-2-0/add-blogroll/
    Antecipo meus agradecimentos
    Ramalho

    Nome do site:
    url do site:
    Print Screen do site (JPG):
    Descrição do site (até 250 caracteres):
    Perfil no Orkut:
    Perfil no Twitter:
    Perfil no Flickr:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s