Porque a HP 50g ?

c007251341A maioria dos estudantes de Engenharia  acabam por comprar uma calculadora HP sem pesquisar anteriormente. Bom, passei o meu primeiro ano utilizando uma calculadora Casio FX-82, a famosa azulzinha! Porém, após pesquisar um pouco, acabei mesmo optando por uma HP 50g. As opções seriam uma calculadora Casio, uma Texas Instruments (TI) ou mesmo um Palm com emulador para HP, que é bem competente por sinal. Já possuindo o E-62 no momento da compra da calculadora, embora o Symbian não possui um bom emulador de HP gráfica, poderia utilizar programas como o cCalcPro e um outro programa qualquer para plotar gráficos de função. Então, quais foram os motivos da compra da HP ?

– Facilidade na troca de arquivos: este é o motivo principal para a compra da calculadora. Pode ter certeza, em um determinado momento da graduação, a maioria da classe terá uma calculadora HP. Então, facilita muito na hora de trocar programas, resumos, dados … O que não seria possível caso optasse por um dos métodos alternativos.
– Duração da bateria : As HP´s têm uma autonomia gigante! Uso pilhas recarregáveis e elas duram 3 semanas normais ou 1 semana de prova.
– “Feeling” : Assim como todo o financeiro adora a sua HP12c, o engenheiro venera a sua HP. Simples assim 😉
– Quantidade de recursos disponíveis : São muitas e muitas páginas na internet com recursos para a HP. Não vi isso em relação à ClassPad330, da Casio, por exemplo.
– Sem problemas na faculdade : Muitas faculdades banem o uso de um Palm com emulador por causa da facilidade do mesmo em trocar arquivos por Bluetooth, e mesmo por abrir arquivos de texto, planilhas, etc. Sim, dá pra fazer tudo isso na HP, mas já ouvi de professor o seguinte : “Se o cara têm capacidade de fazer uma cola e utilizar na HP, ele sabe a matéria”. E, imaginem eu, utilizando o Nokia E71 com o cCalcPro no meio de uma prova ? É só abrir o navegador, google isso google aquilo 😉

No Brasil, são poucas as pessoas a fazerem uso de uma TI ou uma Casio. Eu morro de vontade de comprar uma ClassPad, mas ela está muito atrás em minha tabela de desejos ;). Só se um dia sobrar muito dinheiro, e, convenhamos, isto não é fácil ! Mas recomendo a todo engenheiro em formação a compra da HP, que é uma calculadora bastante completa, difícil te deixar na mão e todo mundo da classe vai usar, portanto todos aprendem a mexer nela ao mesmo tempo. Nos próximos posts, darei dicas de utilização, desde os passos simples até recursos mais avançados.

Eu não recomendaria a compra de uma HP anterior à 50g. Esta têm mais memória, espaço interno, slot para SD, etc. Muitas pessoas  compram uma 48gIII por economia, o que é uma roubada:  a 48 quase não têm espaço interno e não tem SD, permitindo a troca de conteúdo somente pelo lento infravermelho.

Por fim, gostaria de uma dica : O que é melhor, um iPod Touch ou um Nokia N800/810 ? Preciso de dicas para um bom player portátil com funções a mais. Estou inclinado para o Nokia, dá agilidade a utilização de cartões e, eu sou fã da Nokia! Mas gostaria de opiniões.

Anúncios

11 comentários sobre “Porque a HP 50g ?

  1. Falando em HP… a minha é uma 48G+ que, quando eu comprei, era top de linha… rsrsrs
    Sinceramente me serviu muito bem durante a graduação… e, por incrivel que pareça, não tem me deixado na mão durante a pós…
    Mas concordo com você quanto suas limitações. Sua comunicação com o pc só pode ser feita via serial… até dá pra usar aqueles conversores de usb pra serial, mas não é sempre que funciona… além disso tem uma memória minúscula (128M) e, nesse modelo, não é possivel expandir a memória através de SD… =o(… sem contar que o infra realmente tem uma taxa de transmissão muito baixa…
    Mas mesmo assim ela está no meu coração… rsrsrs… mesmo se a trocar por outra algum dia, vou guardá-la pra mostrar pros meus netos como eram as calculadoras na minha época… rsrsrs

  2. Dependendo do curso de engenharia, você não vai precisar de uma HP.
    Contudo, se você cursar uma engenharia que necessite cálculos matriciais avançados, plotar gráficos, etc. um celular symbian não vai atender (pelo menos na tecnologia atual dos symbians).

    Um emulador no palm talvez atendesse, mas como você bem colocou, se os professores olham torto o uso de uma HP, imagine um handheld, um tablet pc ou mesmo netbook…

    Me desculpe, mas não concordo com o que o teu professor disse (“Se o cara têm capacidade de fazer uma cola e utilizar na HP, ele sabe a matéria”). Provavelmente esse estudante irá se tornar aquele chefe que não sabe a parte técnica (mas será chefe dos nerds, que só são bons na parte técnica).

  3. Se você trabalha com ENGENHARIA, a HP é indispensável. Desde minha época de graduação (lá se vão quase 20 anos) utilizo. Mesmo antes, pois meu pai tb era engenheiro e fui herdando – HP 45, seguida da 65 nos anos 70 (a HP 95, que tinha leitor de cartão magnético e impressora ele nunca abriu mão). No início da universidade uma HP 41CV, e quando lançaram a 48SX com o aplicativo solve foi lindo (lá por 88). Até recentemente utilizava uma 48GX, mas depois de mais de 15 anos o visor começou a perder o contraste.
    Mês passado comprei uma 50G e tenho passado um bom tempo nestes últimos dias passando meus programas e equações de uma para outra. A diferença é fantástica – tempo de resposta, comunicação USB, etc.
    É uma ferramenta para a vida toda, você vai construindo sua biblioteca particular que evolui quase sem sentir, quando percebe-se tudo que você utiliza no dia a dia está lá. ah, e esqueça o modo algébrico – tem de ser RPN,não sabe, aprenda – aí você poerá programar suas funções e presonalizações.

  4. Já quando fazia o segundo grau trabalhei alguns meses para pagar minha HP11C, fantástica!

    A HP11C é linda, super robusta, e excelente para estudantes do segundo grau.

    Quando entrei no curso de engenharia, novas economias e comprei uma HP41CV – absurda! – fazia de tudo com ela.
    Dois anos depois já estava novamente na revenda autorizada da HP em SP, para comprar manuais avançados e módulos de memória.

    Quando terminei o curso de engenharia, saiu a HP48SX;
    não tive dúvida, paguei U$$500,00 por ela.

    Meu primeiro artigo científico foi feito com resultados gerados na HP48SX. Fiz o programa, rodei diversos casos, e os resultados geraram um artigo!
    A HP48SX ficava a noite toda rodando o programa.
    O programa chegou a rodar em 3 dias para terminar a simulação!

    Agora, comprei uma HP50G para minha filha.
    Já lí parte dos manuais, excepcional!

    Bons tempos!

  5. Bom li um comentário dizendo depende de qual eng não será necessária a HP.
    Poxa essa foi balela, formei de 2006 faz pouco tempo, mas não esqueceria como integrar, devirar , construir gráficos,geometria análica usando minha HP,mecânica dos flúidos, bernoulli,nº de darcy , reynolds, o menu time com grau,min ,seg equações com polinômios e por ai va a ladera sem a HP não sei que nós eng.seríamos.
    Tb amo a minha HP espero guardá-la como relíquia.
    Abraço a todos

  6. Entendo que têm pessoas que gostam de calculadoras. Por tradição, pelo uso na faculdade, por gosto mesmo.
    Tenho uma HP 50g mas só uso na faculdade. Em provas. Pro resto das situações é muito mais fácil usar o computador. Octave, python (usando scipy) e maxima são ferramentas excelentes, e gratuitas! Se não me engano o Maple também é gratuito. E o melhor, são linguagens de programação, dá pra fazer qualquer coisa com elas.
    Pessoal, definitivamente, aprendam a programar em um computador com esses programas aí. Aqui nos comentários alguém disse que rodou uma simulação por 3 dias na calculadora. Poxa vida, sério?
    Além disso não sou o maior dos fans em se tratando de recursos gráficos dessas calculadoras. Em geral, a interface como usuário é bem ruim, mesmo com nós que somos engenheiros. Os plots de funções são horríveis. Claro, o display tem baixíssima resolução. Pra plots de funções analíticas por exemplo, tem um programa excelente, o geogebra. Em outros casos, octave e maxima resolvem.
    Se quiserem ferramentas mais profissionais, MATLAB e Mathematica não têm melhores.

  7. Comprei minha 50g mas a professora de calculo disse que não posso utilizar na prova… mas como assim, eu disse: tenho cabelos brancos na cabeça (velhinho velhinho), se eu colar, vou estar enganando a mim mesmo (e ela também lógico kkkk), mas mesmo assim não adiantou, ai disse que posso fazer um reset de fabrica, mas em assim adiantou, penso que ela nem sabe o que é isso…
    Eta vida sofrida!!!

  8. Prezado EDER,
    meu comentário é que existem várias calculadoras científicas programáveis e gráficas de muito boa qualidade.
    Minha opção pela HP50G é por um simples motivo…
    Devido a uma peculiaridade desta máquina (abrir e fechar o canal de comunicação RS232), eu posso desenvolver projetos de automação e controle com a mesma. Somente por isso!!!
    Testei outras marcas e não foi possível com esta técnica. Então fiquei com a HP.

    http://www.roboticatulio.com/

    Um abraço.

    Túlio Cunha

  9. Fiz meu curso de engenharia elétrica usando uma HP-48G+. Indispensável. Hoje, 10 anos depois de formado, não vivo sem ela, no meu trabalho, conversões de unidades, cálculo de porcentagens, juros, matrizes, números complexos… ela faz parte da minha vida!kkkk… sim essa é uma declaração de amor NERD! Além de tudo, ela é linda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s